2020 – Uma nova jornada na melhor companhia

2020 – Uma nova jornada na melhor companhia

“Respondeu-lhe: A minha presença irá contigo, e eu te darei descanso. Então, lhe disse Moisés: Se a tua presença não vai comigo, não nos faça subir deste lugar” (Êx 33.14-15)

Quando Deus disse essas palavras a Moisés, este havia descido do Sinai com as tábuas da Lei e visto o povo adorando a um deus falso. O capítulo 32 de Êxodo narra que Arão cedeu ao clamor do povo e fez um bezerro de ouro para o qual ofereceram holocausto e ofertas. Deus se irou contra o povo e quis destruí-lo, Moisés intercedeu por eles e pediu a Deus misericórdia e graça. O Senhor resolveu enviar um anjo adiante do povo, porque Deus não estaria mais presente entre eles no tabernáculo, ou seja, Deus não iria mais habitar entre o povo.

Até a terra prometida a jornada era grande. Inúmeros desafios seriam enfrentados e o desconhecido estava diante do povo hebreu. Eles precisavam desesperadamente de Deus, sem o qual a jornada seria impossível. Assim como eles, nós também entraremos em uma jornada rumo ao desconhecido. Daqui a poucos dias daremos adeus ao ano de 2019 e entraremos em uma nova década. Para trás ficam dias bons ou ruins, experiências frutíferas ou amargas, promessas cumpridas ou abandonadas. Ficam em nossas lembranças ainda: as alegrias, as tristezas, as dores, as lágrimas. Tudo fica para trás…2019 será somente uma lembrança de aprendizados e erros.

Por outro lado, as esperanças estão sendo renovadas, as promessas estão sendo refeitas ou reafirmadas, as expectativas estão à flor da pele e uma nova oportunidade, uma nova esperança nasce com essa jornada que se descortina, a qual chamamos de ano de 2020. O que vamos levar nessa nova jornada, além de sonhos, esperança, projetos, metas e decisões? Quem vai caminhar conosco? Qual será a nossa melhor companhia ou o nosso melhor amigo? Quem nos dará forças nos momentos de lágrimas e dor, de angústia e aflição? Quem será o nosso primeiro e melhor companheiro para comemorar as nossas vitórias?

O pedido de Moisés a Deus para sua jornada foi: “Se a tua presença não vai comigo, não nos faça subir deste lugar”. No texto acima, o diálogo de Deus com Moisés expressa, em outras palavras, que:

1. Deus é o companheiro imutável: O próprio Senhor garante a Moisés: “A minha presença irá contigo”. No livro de Josué lemos: “nem uma só promessa caiu de todas as boas palavras que falou de vós o SENHOR, vosso Deus; todas vos sobrevieram, nem uma delas falhou” (Js 23.14). Ele é a melhor companhia para uma jornada, pois o que prometeu sempre cumprirá, Nele não há variação ou sombra de mudança (Tg 1.17).

2. Deus é o companheiro pessoal: “A minha presença irá contigo”. Esse é o companheiro ideal para uma jornada. Deus é o único capaz de nos assistir quando as trevas circundarem o nosso caminho, quando a luz falhar, pois Ele nos criou e somente Ele pode ser um companheiro tão pessoal em uma jornada rumo ao desconhecido (Sl 139). Moisés estava convencido de que sem a presença de Deus em sua vida seria inútil lutar por qualquer coisa.

3. Deus é o companheiro confortador: “e eu te darei descanso”. Em sua jornada, possivelmente, existirão momentos em que estará exausto, estressado e precisará de um companheiro que lhe dê conforto e descanso. Por essa razão, o Senhor é o melhor companheiro de viagem. Como diz o Salmo 23.2-3: “Ele me faz repousar em pastos verdejantes. Leva-me para junto das águas de descanso; refrigera a alma. Guia-me pelas veredas da justiça por amor do seu nome.”

4. Deus é o companheiro insubstituível: “se a tua presença não vai comigo, não nos faça subir deste lugar”. Moisés e o povo tinham a possibilidade de ter a presença de um anjo, um representante legítimo de Deus, mas não abriram mão da presença de Deus. Nada e nem ninguém pode substituir o Senhor. Você pode substituir seu mecânico, seus funcionários, seus médicos, mas nada substitui a Deus e ninguém deve ser colocado no lugar do Altíssimo. Deus é único, singular, imprescindível, insubstituível.

Naquela época, o povo de Israel contava com a presença de Deus no tabernáculo. Hoje a Bíblia nos informa que: “o verbo se fez carne e habitou entre nós, cheio de graça e de verdade, e vimos a sua glória, glória como do unigênito do Pai” (Jo 1.14). Tínhamos tudo para uma jornada sem rumo, insignificante e infeliz. Mas, a boa nova de grande alegria é que recebemos o “Emanuel – Deus conosco”. Jesus entrou na história humana para que a nossa história e jornada de vida tenha sentido. Ele é o companheiro confiável, pessoal, confortador e insubstituível para nossa jornada de 2020, bem como para toda a vida e eternidade. Feliz 2020 com Jesus!

Pr. Fábio B. Coutinho

0 Comments

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *