Deus Faz Hoje os Mesmos Milagres que Fez no Passado?

Deus Faz Hoje os Mesmos Milagres que Fez no Passado?

A Bíblia está repleta de histórias sobre o poder extraordinário de Deus. O mar que se abriu (cf. Êx 14); o sol e a lua que foram paralisados no céu (cf. Js 10); o fogo que consumiu a oferta encharcada de água (cf. 1Rs 18); são apenas alguns exemplos dos inúmeros atos miraculosos de Deus na história de seu povo. Isso sem falar no tempo em que Jesus esteve aqui. Não houve vento, mar, demônio, doença ou morte que resistiram à sua poderosa palavra.

Todavia, muitas pessoas questionam se Deus ainda faz hoje os mesmos milagres que fez no passado. Embora seja esse um assunto amplamente debatido em alguns círculos teológicos, penso que é possível respondermos a essa questão se tivermos em mente a definição e a finalidade que a própria Bíblia nos oferece sobre milagres. Para isso, baseio-me nos escritos de Leandro A. de Lima sobre o assunto.[1]

O que são milagres?

De modo simples, milagres são acontecimentos que não podem ser explicados pelo conhecimento humano. Isso significa que um milagre é sempre um fato sobrenatural, ou seja, está além das causas naturais. Definirmos milagre é importante, pois muito do que se diz ser um milagre hoje em dia na verdade não é. Pense, por exemplo, nos meninos tailandeses que foram resgatados depois de vários dias em uma caverna quase toda tomada por água. Em vista disso, muitos disseram: milagre! Embora o resgate tenha sido um fato realmente impressionante, ele em si mesmo não pode ser considerado um milagre, uma vez que é possível explicar todos os fatores que o permitiram acontecer. Portanto, biblicamente falando, milagres são sempre acontecimentos essencialmente inexplicáveis do ponto de vista humano, nos quais o poder de Deus é demonstrado de forma sobrenatural.

Qual a finalidade dos milagres que Deus fez no passado?

Os atos extraordinários de Deus na história de seu povo nunca estiveram desacompanhados de seus propósitos revelacionais. Se olharmos para todas as épocas em que houve maior incidência de relatos miraculosos na Bíblia (época de Moisés, dos profetas e de Jesus e seus apóstolos), veremos que em todas elas os milagres serviram como autenticação da revelação de Deus. Foi justamente nos períodos em que as maiores porções da Escrituras surgiram que a maioria dos milagres aconteceu. Portanto, isso nos leva a inferir que os sinais extraordinários ocorridos nesses períodos tiveram a finalidade de confirmar que a Palavra de Deus revelada e registrada era de fato verdadeira.

Então, Deus ainda faz hoje os mesmos milagres?

Sendo assim, se entendermos que os milagres do passado serviram para confirmar a revelação e o registro da Bíblia, uma vez que o cânon se encontra completo hoje, a nossa resposta para a pergunta acima será “não”. As massivas demonstrações do poder sobrenatural de Deus foram para épocas específicas e possuíam finalidade específica (revelacional).

Logo, é correto afirmar que Deus não faz mais nenhum tipo de milagre hoje? De modo algum. O Deus Todo-Poderoso e Soberano ainda continua a intervir na história de seu povo, ordinária e extraordinariamente. Deus ainda efetua seus propósitos na história por meio das leis naturais que ele mesmo estabeleceu e até mesmo contra elas. Nada nem ninguém pode deter sua poderosa mão (cf. Dn 4.35).

Enxergar os inúmeros milagres do passado dentro de suas finalidades revelacionais, então, não é em hipótese alguma negar ou menosprezar o poder de Deus em nossos dias. Pelo contrário, é reconhecer que a finalidade última deles foi perfeitamente atingida na pessoa e na obra de Jesus Cristo – o supremo milagre de Deus (cf. Hb 1.1,2).

Eron Franciulli Coutinho Jr

[1] LIMA, Leandro A. Razão da Esperança. Ed. Cultura Cristã. São Paulo, 2006. Págs. 183-198.

0 Comments

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *