O Corpo em Ação

O Corpo em Ação

“…Porque também o corpo não é um só membro, mas muitos…” (1Co 12.14)

O bonequinho Sr. Cabeça de Batata é um brinquedo bastante interessante e instrutivo. Não apenas a sua cabeça, mas todo ele se apresenta em formato de uma batata, com vários furinhos em seu corpo. Os furinhos têm um objetivo: fazer com que as crianças coloquem as partes móveis de composição do bonequinho nesses orifícios. Quando as crianças montam o brinquedo corretamente e encaixam os braços, pés, nariz, olhos, orelhas e lábios nos respectivos lugares, ele fica bem ajustado. Mas, se as partes móveis forem colocadas nos lugares errados, o bonequinho parecerá um monstro.

De certa forma, essa analogia descreve a função do corpo de Cristo. As Escrituras, em várias passagens, se referem à igreja como um corpo – o corpo de Cristo – e no texto de 1Coríntios 12, essa imagem é bastante elucidativa. Quando o corpo de Cristo, que é a igreja, não está unido na mesma direção, todos os seus membros sofrem. Se um de seus membros resolve não funcionar, o corpo fica ineficiente, sem direção, traz peso e sofrimento aos demais membros e, frequentemente, causa espanto tanto interna como externamente. Isso pode gerar escândalo e confusão para os que estão observando as atitudes da igreja.

Ao ler todo o capítulo 12 da primeira epístola aos coríntios, você perceberá pelo menos três aspectos principais na abordagem bíblica sobre a igreja como corpo de Cristo. Vejamos:

A Unidade do Corpo: Nós poderíamos dizer que seria difícil estabelecer uma unidade entre nossos pés, mãos e rins. Contudo, o mesmo sangue alimenta esses membros e todos os outros. Semelhantemente, temos sido lavados pelo sangue precioso de Cristo Jesus e estamos unidos a Ele e uns aos outros pela mesma obra de expiação do nosso Senhor. Além do sangue do Cordeiro, o que nos faz corpo e nos mantém no corpo é a presença do Espírito Santo de Deus em nós. Ele nos convenceu do pecado, da justiça e do juízo de Deus e nos regenerou. Assim, sabemos que a unidade da Igreja de Deus é espiritual e não está presa a denominações, mas, os crentes em Jesus sempre terão o desejo de participar ativamente do Corpo de Cristo, ou seja, a igreja visível na terra.

A Diversidade do Corpo: A unidade sem diversidade resultaria em uniformidade e com uniformidade não seria um corpo. Na verdade, é na diversidade que a unidade é melhor expressa. Logo, a diversidade no corpo de Cristo é evidência da sabedoria de Deus, pois faz com que cada membro dependa um do outro e trabalhem em busca de um resultado comum, ou seja, a glória do Pai. O corpo é somente um, porém há diversidade de membros e cada um deles possui uma função. Essa função normalmente é muito diferente daquela que outro membro possui, mas que sem o seu exercício não haveria um bom funcionamento. Não existem “membros inferiores” ou “superiores” em valor, pois todos trabalham em uma função específica e com isso engrandecem o nome de Deus. Por essa razão não podemos retirar ou ignorar nenhum membro do corpo em detrimento de outro, porque “Deus dispôs os membros, colocando cada um deles no corpo, como lhe aprouve”. (1Co 12.18)

A reciprocidade do Corpo: Reciprocidade é uma característica essencial nos relacionamentos interpessoais. Na prática, retribuímos aos nossos irmãos o amor, não somente em palavras, mas também em ações. A Bíblia nos ensina a chorar com os que choram e nos alegrar com os que se alegram (Rm 12.15), e Paulo novamente nos instrui nesse sentido, quando afirma que “…se um membro sofre, todos sofrem com ele; e, se um deles é honrado, com ele todos se regozijam” (1Co 12.26). Quando olhamos para o nosso irmão, membro do corpo de Cristo, na perspectiva correta -como amigo, como parceiro de caminhada e suporte para os dias difíceis-  estaremos cumprindo o mandamento de Jesus para “amar uns aos outros” (Jo 13.34). Dessa forma, seremos conhecidos como discípulos de Cristo e testemunharemos a respeito do nosso Senhor para o mundo (Jo 13.35).

Somente um corpo bem ajustado terá, portanto, condições de trabalhar em harmonia e seguir numa mesma direção. Jesus é o cabeça da igreja e, se andarmos Nele, desenvolveremos ações que expressarão mais claramente nossa condição de corpo e poderemos impactar os que estiverem ao nosso redor. Que o Senhor nos ajude a cumprir a sua determinação!

Pr. Fábio B. Coutinho

2 Comments

    Sue Mary

    Bom dia, Rev. Fábio!
    Que texto, hein, Rev!?
    Mais uma vez, somos, edificados como corpo de Cristo!!
    Aleluia!!
    Obrigada!!

Commenting has been turned off.