Persevere na leitura da Bíblia

Persevere na leitura da Bíblia

perseverePersevere na leitura da Bíblia


 

Todo cristão sabe, e a experiência comprova, que sem a leitura e a prática da Palavra de Deus, a fé se torna anêmica, enfraquecida e mais susceptível às investidas do inimigo. Assim como precisamos da água para lavar o rosto todas as manhãs, também necessitamos da Palavra de Deus para nossa purificação diária (Jo 15.3). Todavia, mesmo sabendo sua importância, esse é um exercício geralmente negligenciado pelos discípulos de Cristo. Assim, relacionamos algumas razões abaixo para ajudá-los a perseverar no estudo diário da Bíblia.

“VÓS JÁ ESTAIS LIMPOS PELA PALAVRA QUE VOS TENHO FALADO” (JOÃO 15.3)

1. A Bíblia nos capacita a conhecer e amar mais a Jesus. O próprio Jesus disse: “Examinais as Escrituras, porque julgais ter nelas a vida eterna, e são elas mesmas que testificam de mim (Jo 5:39). Dessa maneira, quando lemos e meditamos na Bíblia temos uma compreensão melhor da Pessoa e Obra do nosso Redentor. Não há ninguém mais precioso para se conhecer do que Jesus e nenhum outro lugar para encontrá-lo diariamente do que em sua Palavra.

2. A Bíblia concede esperança em Deus, a despeito do contexto que estivermos vivendo. Os cristãos são pessoas que podem ter esperança, não apenas quanto ao futuro, mas também no presente, pois cremos no Deus que é por nós (Rm 8.31). Esse mesmo Deus inspirou as Escrituras para que seu povo desfrutasse de consolo e esperança até nos piores momentos da vida. Segundo Paulo, “tudo quanto, outrora, foi escrito para o nosso ensino foi escrito, a fim de que, pela paciência e pela consolação das Escrituras, tenhamos esperança” (Rm 15.4).

3. A Bíblia nos conduz à suprema felicidade em Deus. De fato, a Bíblia nos revela Aquele no qual podemos nos alegrar. O salmista afirma que “na presença do Senhor há plenitude de alegria” (Sl 16.11) e a Bíblia revela esse caminho de felicidade, pois aquele que medita dia e noite na Palavra é bemaventurado (Sl 1).

4. A Bíblia capacita o cristão para mortificar o pecado pelo poder do Espírito. Sendo a Palavra de Deus a “espada do Espírito” (Ef 6.17), ela é usada por ele para decepar o pecado na vida dos filhos de Deus. Quando o pecado é removido e mortificado, o cristão pode desfrutar mais profundamente a comunhão diária com Cristo.

5. No estudo da Bíblia o crente ouve as palavras que saem diretamente dos lábios de Deus. Paulo ensina que “toda Escrituras é inspirada por Deus” (2Tm 3.16). A mesma palavra “inspirada” também pode ser traduzida por “expirada”, ou seja, “soprada” pelo próprio Deus. Assim, o prazer e a alegria de ouvir diariamente o Senhor do universo deveria ser um exercício empolgante para todo cristão.

6. A Bíblia ilumina áreas de nossa vida em que precisamos de mudança e crescimento à imagem de Cristo. Segundo o apóstolo, quando contemplamos “a glória do Senhor, somos transformados, de glória em glória, na sua própria imagem, como pelo Senhor, o Espírito” (2Co 3.18). O fato é que, quando o cristão contempla Cristo nas Escrituras, ele se depara com o modelo e percebe as áreas de sua vida em que ele precisa ser transformado e crescer à medida da estatura de Cristo. Somente quem não medita diariamente nas Escrituras se ilude em já ter atingido a medida ideal!

7. A Bíblia nos ensina a orar eficientemente. A oração é a oportunidade que o filho tem de derramar seu coração diante do Pai celestial. Deus recebe as orações de seus filhos como um incenso aromático, algo agradável às suas narinas (Ap 5.8). Todavia, nem toda oração feita a Deus é aceita por ele, pois “o que desvia os ouvidos de ouvir a lei, até a sua oração é abominável” (Pv 28.9). Somente quando permanecemos nas palavras de Jesus temos a promessa de que tudo o que pedirmos em seu nome será concedido (Jo 15.7).

0 Comments

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *