Que Legado Você Deixará para a Próxima Geração?

Que Legado Você Deixará para a Próxima Geração?

Legado é aquilo que é passado a outros. Aquilo pelo qual as pessoas se lembram de nós. Nesse sentido, nosso legado pode ser algo positivo ou negativo. No geral, todos queremos deixar um legado positivo, pois ninguém gosta de ser lembrado por seus defeitos. Ninguém quer ser aquela “pessoa chata”, motivo de chacota nos grupos de colegas.

No entanto, para se deixar um legado positivo há algumas exigências a serem consideradas. Gostaria de refletir sobre quatro delas nesse espaço.

  1. Um bom legado é um histórico de vida digno de ser imitado. Ou seja, ninguém constrói um legado apenas com um gesto positivo. Há pessoas quem tentam encobrir suas falhas com uma atitude positiva que realizaram em determinado momento. Porém, até aquelas pessoas que não são muito admiradas, em certo ponto de suas vidas, fizeram algo bom e digno de ser louvado. Nesses casos, as virtudes foram apenas pontuais e temporárias. Os defeitos e as falhas foram dominantes na vida dessa pessoa! Nenhum legado positivo é construído dessa maneira. Mas um histórico caracterizado por virtudes é sempre digno de ser observado. O apóstolo Paulo escreveu aos Coríntios: “sede meus imitadores, como também sou de Cristo” (1Co 11.1). Certamente ele não poderia se oferecer como um modelo cristão se tudo que tivesse para apresentar fosse apenas uma boa ação realizada em determinado momento de sua vida. Mas, porque o apóstolo possuía uma boa história conhecida das pessoas ao seu redor.
  1. Um bom legado é construído a partir de boas escolhas diárias. Todos nós devemos lembrar que a vida é construída a partir de nossas decisões ordinárias. Em outras palavras, o que escolhemos fazer com o nosso tempo, as pessoas com quem escolhemos andar e os vícios ou virtudes que decidimos cultivar em nosso dia a dia. Assim como nenhum monumento foi construído com um só tijolo (ou pedra), o histórico de uma pessoa também consiste no efeito cumulativo de suas escolhas. Algumas de nossas escolhas serão tijolos maiores (seguir a Cristo, casamento, vocação a ser desenvolvida etc) e outras parecem menos significativas. Porém, cada escolha que é feita procurando glorificar a Deus contribui para a construção de um legado a ser seguido. Por isso, Paulo escreveu: “quer comais, quer bebais, ou façais outra coisa qualquer, fazei tudo para a glória de Deus” (1Co 10.31). Portanto, considere: você deve ir àquela festa? E aquele show? Deveria namorar aquela pessoa que não é cristã? O que dizer sobre a maneira como responde aos seus filhos? Como você trata o seu cônjuge? Qual será sua escolha?
  1. Um bom legado não é algo que construímos sozinhos. O fato de sermos frutos de uma geração individualista faz com que muitas vezes pensemos que “tudo depende de nós”. Isso resulta em um peso enorme e constantemente ficamos frustrados por não conseguirmos fazer todas as coisas sozinhos. Ainda, essa ideologia faz com que desvalorizemos as ajudas recebidas ao longo da caminhada. Todos nós carecemos da ajuda de outros e todos deveríamos ser gratos por aqueles que o próprio Deus coloca ao nosso redor a fim de nos ajudar a construir um legado positivo. Nesse sentido, nossos pais, cônjuges, irmãos, membros da igreja e amigos pessoais são instrumentos abençoadores no processo. O Salmo 127.3 ensina que Deus nos abençoa por meio de pessoas. Assim, quando você pensar que realizou um grande feito, olhe ao redor e veja quantas pessoas o Senhor Deus colocou ao seu lado para te abençoar. Seja grato a Deus e a essas pessoas.
  1. Um bom legado é algo que dura para a eternidade. Como já vimos, legado não consiste de gestos isolados ou contribuições momentâneas, mas realizações que perduram. Por isso, somente perdura para a eternidade aquilo que fazemos em prol do avanço do Reino de Deus ou o que fazemos para que as pessoas tenham uma eternidade com Deus. A pregação do evangelho, a edificação de pessoas, a ajuda na restauração de relacionamentos quebrados etc. são coisas cujo valor se estende aos tempos eternos. O fato é que, se você quer construir um legado positivo, deve se preocupar em ser um instrumento nas mãos do Deus eterno. Somente assim suas contribuições perdurarão.

Que o Senhor abençoe os seus esforços em prol da glória dele e frustre os seus projetos que te levam para longe dele!

Pr. Valdeci Santos