Três Perigos na Ação de Graças

Três Perigos na Ação de Graças

O Dia de Ação de Graças se aproxima e muitos, de maneira sincera, agradecerão a Deus pelas bençãos recebidas durante o ano. E não há nada de errado nisso. Pelo contrário, a própria Escritura orienta o cristão a ter um coração cheio de gratidão a Deus (cf. Ef 5.3-4,20; Fp 4.6; Cl 2.6-7,15,17,4.20; 1Ts 5.18), uma vez que a falta dele caracteriza, em última instância, rebelião ao Criador (Rm 1.21).

No entanto, a ação de graças irrefletida pode esconder ao menos três perigos. O primeiro deles é a gratidão parcial, que reconhece a bondade, a sabedoria e o poder de Deus apenas nas situações aparentemente boas, desconsiderando a orientação bíblica de agradecer “em tudo” (Ef 5.20; 1Ts 5.18) – isso inclui, é claro, situações e experiências desagradáveis. O segundo perigo é a gratidão pontual, que acontece apenas em datas comemorativas ou quando alguma oração é respondida positivamente. O cristão é chamado a dar graças “sempre” (Ef 5.20), e não apenas em momentos específicos. O terceiro é falta de gratidão “horizontal”, ou seja, esquecer-se de agradecer também àqueles que foram instrumentos da graça divina em tantas oportunidades. Deus oferta consolo ao seu povo, principalmente, por meio de pessoas e não de coisas (2Co 7.6). Devemos ter isso sempre em mente.

Desse modo, só existe uma maneira de sermos gratos a Deus em todas as circunstâncias, em todos os momentos e por todos aqueles que ele usou para nos abençoar: sendo gratos, acima de tudo, por quem Jesus Cristo é e pelo que ele fez em nosso lugar. Somente quando nossa gratidão está fundamentada na pessoa e na obra de Cristo é que conseguimos ser verdadeiramente gratos por todas as demais coisas – boas ou ruins, passageiras ou permanentes. Afinal, se Deus “não poupou o seu próprio Filho […] porventura, não nos dará graciosamente com ele todas as coisas?” (Rm 8.32). Portanto, em “tudo o que fizerdes, seja em palavra, seja em ação, fazei-o em nome do Senhor Jesus, dando por ele graças a Deus Pai” (Cl 3.17).

Eron Franciulli Coutinho Jr.

0 Comments

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *