Um olhar além da superfície

Um olhar além da superfície

“Senhor, tu me sondas e me conheces” (Sl 139.1)

O Salmo 139 é um dos mais lindos de todo o saltério. Nele encontramos a descrição de alguns atributos de nosso Deus. Ali identificamos a sua Onisciência (vs 1-6), Onipresença (vs 7-12), Onipotência (vs 13-18) e também Sua Soberania e Santidade (vs 19-24). Quando temos contato com esse Salmo, seja através da leitura, das pregações ou das músicas que dele se originam, somos impactados com suas profundas revelações e motivados a refletir sobre suas verdades.

O verbo “sondar” citado no versículo acima, no hebraico, tem o sentido de “examinar com grande empenho, detalhadamente, averiguando e buscando encontrar algo com cuidado e profundidade” [1]. Em Israel, esse termo era usado para descrever a escavação profunda de uma mina, a exploração de uma terra e a investigação de uma causa legal [2]. 

O ser humano vê a aparência, somente a superfície, mas Deus vê o coração (1Sm 16.7) e faz isso tão profundamente que não podemos enganá-lo. Adão e Eva (Gn 3.7-24), Caim (Gn 4.1-15) e Davi (2 Sm 11-12) tentaram se ocultar do Senhor, mas não conseguiram. Todos eles descobriram que Deus sabia tudo a respeito de seus pensamentos e atitudes. 

Essa verdade enfatizada nesse Salmo, ao mesmo tempo assusta quanto deveria encantar nosso o coração, ou seja, o Senhor sabe de todas as coisas (vs 1-6). Ele é o Deus Onisciente! Deus conhece nossa vida, ações, reações, pensamentos e os desejos mais íntimos do nosso coração. O fato de Deus nos conhecer completa e intimamente é afirmado nos versos 1, 2, 4, 14 e 23 do Salmo 139. O Senhor não fica olhando na superfície. Ele vasculha o mais íntimo do nosso ser e nada pode ser escondido do Todo Poderoso Senhor. Quando pensamos na profundidade do olhar de Deus isso pode ser muito incômodo e estranho ao nosso coração. 

Todavia, ao mesmo tempo que os olhos oniscientes do Senhor vasculham a nossa alma e entram profundamente em nosso coração nos assustando, deveria também ser grande fonte de consolo. O fato de Deus saber quem somos e ainda assim nos amar, com amor inexplicável, em Cristo Jesus, deve trazer paz, consolo, alegria e tranquilidade à nossa vida. Ele ama e acolhe como filhos amados a todos os que confessam a Cristo como seu Senhor e Salvador. Além disso, Ele nos visita diariamente com Sua presença consoladora e amiga através de Seu Santo Espírito. Que alegria, que segurança, que paz!

Porque Deus sabe tudo a seu respeito, você pode levar a Ele todos os seus problemas, angústias, frustações, medos, pecados, etc… Ele não fará nenhuma acusação a você e não lançará nada diante do seu rosto (Is 43.25), pelo contrário, Ele é o Senhor que tem a mão estendida para salvar e os ouvidos abertos à oração (Is 59.1). Ele conhece você intimamente, está do seu lado constantemente e pode guiá-lo permanentemente. Davi entendeu isso quando escreveu esse Salmo e registrou em seus últimos versos: “Sonda-me, ó Deus, e conhece o meu coração, prova-me e conhece os meus pensamentos; vê se há em mim algum caminho mau e guia-me pelo caminho eterno” (Sl 139.23-24).

A conclusão de Davi, ao se deparar com a onisciência de Deus, foi: “Tal conhecimento é maravilhoso demais para mim: é sobremodo elevado, não o posso atingir” (Sl 139.6). Diante desse Senhor que vai além da superfície, quero convidá-lo a fazer um exame minucioso do seu coração e entregá-lo aos cuidados do Deus que tudo sabe, tudo vê e que é o único capaz de guiá-lo pelos caminhos seguros e eternos. 

Pr. Fábio B. Coutinho   

[1] Dicionário Strong’s – Hebraico/ Português.

[2] Wiersbe, Warren W. Comentário Bíblico Expositivo: A.T. Volume III, Geográfica – SP, 2014, pg 344.

0 Comments

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *