Um Pouco de História Sobre o Dia das Mães

Um Pouco de História Sobre o Dia das Mães

No Brasil, o segundo domingo do mês de maio é dedicado às mães. Todavia, a celebração da maternidade é uma atividade antiga retrocedendo aos gregos e aos seus festivais religiosos. No século XVII, tornou-se comum dedicar o quarto domingo da Quaresma às mães operárias na Inglaterra. Naquela ocasião, os empregados da elite (mães e filhos), recebiam um dia de folga para comemorarem a ocasião em família.

Anos mais tarde, nos Estados Unidos, a metodista Anna Jarvis tornou-se a idealizadora do dia das mães, que organizou em 1865 o Dia da Amizade das Mães. Em 1907, dois anos após a morte de sua mãe, ela começou uma campanha para instituir o Dia Nacional das Mães como feriado reconhecido e conseguiu que a pequena cidade de Grafton, na Pensilvânia, realizasse a primeira celebração. No ano seguinte, a comemoração se espalhou por todo o estado da Pensilvânia. Logo após esta conquista, Anna e seus colegas de causa começaram a escrever para autoridades de todo o país, na tentativa de nacionalizar essa data como feriado e em 1914, eles conseguiram o que queriam. O Dia das Mães foi celebrado em quase todos os Estados Norte-Americanos e o presidente Woodrow Wilson, mediante um comunicado oficial, proclamou o Dia das Mães como feriado nacional, a ser celebrado sempre no segundo domingo de maio.

O primeiro Dia das Mães brasileiro foi promovido pela Associação Cristã de Moçosde Porto Alegre, no dia 12 de maio de 1918. Em 1932, o então presidente Getúlio Vargas oficializou a data no segundo domingo de maio.

Apesar de ser uma comemoração praticamente universal, este marco é relembrado em variadas datas ao redor do mundo. O segundo domingo de maio é observado na Austrália, Bélgica, Brasil, Canadá, Dinamarca, EUA, Finlândia, Itália, Japão, Turquia e outros poucos países. Curiosamente, na África do Sul o dia das mães é celebrado no primeiro domingo de maio e na Argentina no segundo domingo de outubro. Além do mais, Espanha e Portugal celebram esta data no dia oito de dezembro, homenageando a Virgem Maria. A França e a Suécia, por sua vez, dedicam o último domingo de maio a esta comemoração. No Líbano, é o primeiro dia da primavera e na Noruega o segundo domingo de fevereiro.

Para os cristãos, esta data é especialmente importante, pois a Bíblia ensina a maternidade como uma missão divina para a mulher (1Tm 2.15). Mediante esta missão ela não apenas honra a Deus, como também deve ser honrada pelos seus filhos. Certamente os filhos devem tributar gratidão, respeito e honra as mães todos os dias. Porém, isso pode ser feito de uma maneira especial no segundo domingo de maio próximo.

Valdeci Santos

0 Comments

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *